Dogo Argentino

Um cão versátil e capaz de executar várias tarefas, inclusive de cão-guia.

 

Classificação Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC) Grupo 1 – Pastores e Boiadeiros, exceto os suíços

Informações Gerais

Inteligente, alegre, corajoso e forte. O Dogo Argentino é conhecido por ser “superdotado”, é muito receptivo ao adestramento e pode desempenhar diversas atividades. O mais comum é que ele preste serviços à policia e alfandega, mas ele também pode atuar como cão de guarda e defesa, de avalanche e como cão-guia.

 

Além de ser muito versátil, o Dogo é muito apegado aos seus tutores, carinhoso e educado, inclusive com visitas. Mas ele estará pronto para defender a sua família ao menor sinal de ameaça.

 

Devido ao seu instinto de caça extremamente apurado, é importante que ele não tenha contato com outros pets em casa, principalmente se forem de menor porte.

 

Esse cão é muito independente e forte, então ele precisa de um tutor confiante e capaz de afirmar sua autoridade, mas sempre mantendo a calma e principalmente sem grosseria.

Origem e história da Raça

País: Argentina

 

Segundo registros históricos, essa raça é resultado do trabalho de dois irmãos, António e Augustin Nores, que desejavam criar um cão capaz de participar de arenas e que também fosse eficiente nas caçadas a pumas e javalis.

 

Resultado do cruzamento de várias raças, entre elas o Buldogue Ingles, Bull Terriers e Galgos Irlandeses, no intuito de acrescentar caraterísticas específicas, como: peso, tamanho, resistência, inteligência, olfato e adaptação a diferentes climas.

 

Em 1928, foi estabelecido o padrão da raça e em 1973 a raça foi reconhecida pelo Argentina Kennel Club.

 

Atualmente o Dogo Argentino é membro da classe diversa do American Kennel Club, que é o ultimo passo antes do reconhecimento definitivo pelo AKC.

Temperamento

Criado com o intuito de competir e caçar, ele se adaptou muito bem a desempenhar novas tarefas e hoje é um aliado da Policia Federal Argentina, como cão de guarda e de patrulha. Já pela sociedade em geral ele desempenha perfeitamente o papel de protetor e até como cão-guia.

 

O Dogo é extremamente fiel aos tutores e aprende comandos com muita facilidade. Não é agressivo com sua família, mas tem pouca tolerância quando seu território é invadido por estranhos.

Curiosidades

▪ O Dogo Argentino desempenha muito bem o papel de cão-guia;

 

▪ Essa é a única raça criada na Argentina;

 

▪ O Dogo Argentino tem uma estátua em sua homenagem;

 

▪ Ele possui uma arcada dentária única, onde os dentes inferiores frontais são alinhados horizontalmente, e isso lhe garante uma mordida forte e precisa.

Cuidados e Bem Estar

É muito importante que o Dogo Argentino seja adestrado e socializado desde cedo, tanto para que ele canalize adequadamente sua energia e entusiasmo, quanto para que no futuro ele não tenha problemas com outros animais e com pessoas estranhas a sua rotina.

 

A pelagem precisa ser escovada uma vez por semana e banho a cada três meses. Suas orelhas precisam ser verificadas e limpas uma vez por semana e suas unhas aparadas uma vez por mês.

 

Lembre-se sempre que essa é uma raça muito ativa e precisa gastar muita energia. É necessário que os seus tutores lhe proporcionem muitos momentos de brincadeira e atividade física, sempre em um ambiente controlado ou com coleira.

 

Predisposição a doenças: Displasia coxofemoral e surdez.

Aparência física

Tem a cabeça típica de um cão molossoide. Seu crânio é maciço e suas mandíbulas muito desenvolvidas. Os olhos são amendoados e bem separados, as narinas são bem abertas e as orelhas tem o comprimento médio, são largas e caídas.

Padrão de Pelagem

O pelo é curto, liso e macio. Quanto a cor ele pode ser branco puro, branco com manchas pretas ou de cor escura ao redor dos olhos.

Cuidados com os filhotes

Assim como o cão adulto, o filhote também precisa de bastante espaço e de muitos momentos de exercício.

 

É muito importante que o Dogo seja adestrado e socializado desde cedo. O tutor, de preferencia experiente, deve estabelecer limites claros e consistentes. Além disso, é preciso sempre estimular a obediência e socializar seu cão com outros animais e pessoas.

Valor de comercialização

R$ 1.200 a R$ 4.000

Perguntas Frequentes

O Dogo Argentino solta muito pelo?

Tem a perda de pelagem moderada, mas escovações semanais vão ajudar a diminuir essa queda.

 

O Dogo Argentino é recomendado para crianças?

Por causa do seu tamanho não é recomendado que ele fique sozinho com bebês, pois pode machucá-los sem querer.

 

O Dogo Argentino late muito?

Quando recebe o treinamento adequado, ele só irá latir como forma de alertar aos seus tutores.

 

O Dogo Argentino pode viver em apartamentos ou espaços pequenos?

Não se adapta bem em apartamentos, pois precisa de bastante espaço para gastar energia.

 

O Dogo Argentino pode ficar sozinho em casa?

Eles são muito dependentes fisicamente e emocionalmente dos seus tutores e a distância vai levá-lo a adotar um comportamento destrutivo.

Ração DogBox

Expectativa de Vida

MÍNIMA

JavaScript chart by amCharts 3.21.13JS chart by amCharts
10 anos

MÁXIMA

JavaScript chart by amCharts 3.21.13JS chart by amCharts
12 anos

Altura


MÍNIMA

JavaScript chart by amCharts 3.21.13JS chart by amCharts
60 cm

MÁXIMA

JavaScript chart by amCharts 3.21.13JS chart by amCharts
68 cm

Peso


MÍNIMO

JavaScript chart by amCharts 3.21.13JS chart by amCharts
40 kg

MÁXIMO

JavaScript chart by amCharts 3.21.13JS chart by amCharts
50 kg

Características

Adaptabilidade
Nível de Afeição
Bom para apartamento
Tendência de latir
Amigável com gatos
Amigável com crianças
Amigável com cães
Necessidade de exercícios
Espaço necessário
Tosa
Problemas de saúde
Inteligência
Gosto por brincadeiras
Queda de pelo
Necessidade social
Amigável com estranhos
Territorialista
Facilidade de treinamento
Cão de guarda
Tolerância ao frio
Tolerância ao calor